Quando falamos em um programa de aceleração, é muito comum pensarmos em um projeto criado para aquelas empresas que ainda estão começando e, além de investimento financeiro, também precisam de um trabalho forte de mentoria. Se engana, porém, quem pensa que essa é a única modalidade disponível, já que também existem processos de aceleração para startup madura.

Afinal, por mais que o seu negócio já tenha avançado um pouco mais e se desenvolvido dentro de um segmento de mercado, isso não significa, por exemplo, que ele vai atingir o tão sonhado break-even, certo? Uma ajuda pode ser muito bem-vinda mesmo em um estágio mais avançado de crescimento, seja para absorver mais know-how, seja para atrair mais investidores.

Porém, é importante entender as diferenças e as características de um programa de aceleração para startup madura em relação ao trabalho realizado para aquelas empresas que ainda estão começando. Que tal, então, se aprofundar no assunto e entender como é possível desenvolver o seu negócio mesmo em um estágio avançado? Continue a leitura e tire as suas dúvidas!

O que é o processo de aceleração?

O número de startups no Brasil é cada vez maior, como indica um estudo da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), mostrando um aumento de 27% entre 2018 e 2019. Como consequência, os programas de aceleração também se tornaram mais comuns, mas, na prática, qual é o objetivo desses processos? Como o nome indica, contribuir para o crescimento de novas startups.

Ou seja, um negócio que ainda está se desenvolvendo busca por ajuda externa para conseguir crescer dentro do seu segmento de mercado. Muitas vezes, o auxílio vem em forma de recursos financeiros, mas também acompanhado de um conjunto de ações — como mentoria e networking — para assegurar um crescimento sustentável à longo prazo.

A ideia é fortalecer uma companhia para conseguir realizar um impacto cada vez maior dentro do seu mercado de atuação. Seja para captar mais investidores, seja para conseguir mais consumidores, o processo de aceleração é importante para muitas empresas se desenvolverem e trilharem um caminho de sucesso em suas respectivas empreitadas.

Dentro do mercado, porém, os programas de aceleração não existem apenas para as empresas ainda no início das suas trajetórias, mas também para aquelas que já tem um produto desenvolvido, por exemplo. Afinal, sempre existe espaço para mais crescimento e a ajuda externa pode ser fundamental para conseguir desenvolver ainda mais uma startup já madura.

Como fazer a aceleração para startup madura?

Mas, na prática, como funciona um programa de aceleração para startup madura e quais são os benefícios de inscrever a sua companhia em um desses processos, como a Oxigênio Tração? Para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto, é preciso começar pelo funcionamento desse modelo de aceleração, certo? Vamos lá!

Como funciona o programa?

Uma startup madura já possui um produto e, na maioria dos casos, uma estrutura mais sólida para conseguir realizar o seu trabalho. Além disso, já faz parte de um segmento de mercado, ou seja, já tem uma atuação definida. Sendo assim, não é necessário se aprofundar tanto na orientação inicial e o foco do programa passa a ser no desenvolvimento da sua ideia.

Em vez de ajudar na criação de um produto, por exemplo, o trabalho vai consistir no aperfeiçoamento da solução oferecida. O objetivo é aumentar o conhecimento dos profissionais da sua empresa e expandir a sua base de clientes e lucratividade. O trabalho passa a ser feito mais como uma parceria do que uma mentoria, por exemplo.

Com o know-how de quem entende do mercado e pode fazer uma análise mais aprofundada sobre o funcionamento da sua startup. Ou seja, tudo o que vai ser feito é baseado no perfil e objetivos da empresa a ser acelerada, garantindo a adoção das estratégias mais precisas para o sucesso do seu negócio, de mudanças na cultura até desafios no gerenciamento.

Quais são os principais benefícios?

O principal benefício de participar de um programa de aceleração para startup madura é, sem dúvidas, a captação de investimento. Afinal, o mercado está amplamente concorrido e a disputa pelos recursos disponíveis é cada vez maior. A orientação durante esse programa com mentores especializados aumenta as suas chances de fazer contato com os investidores certos.

Além disso, todo o trabalho é pensado no perfil da sua empresa, inclusive no processo de escolha dos profissionais que vão orientar a sua startup durante esse processo de desenvolvimento. No fim, tudo isso tem um impacto ainda maior no desempenho do seu negócio, criando soluções únicas e exclusivas para se destacar da concorrência e crescer de forma sustentável.

O que fazer para desenvolver a sua empresa?

Por mais complicado que possa parecer em um momento inicial, participar de um programa de aceleração para startup madura não é tão difícil. O primeiro passo para desenvolver a sua empresa é, portanto, conhecer a fundo o processo que você vai participar. No caso da Oxigênio Tração, apenas empresas com determinadas características podem fazer parte do programa.

A receita mensal, por exemplo, precisa ser acima de R$50 mil e o faturamento maior do que R$600 mil ao ano. A outra opção é já ter captado acima de R$500 mil em investimentos. A partir desse ponto, é possível fazer a inscrição no programa, passar pelos processos de avaliação e, se aprovada, começar a desenvolver a sua startup com o auxílio da Oxigênio Aceleradora.

Se quiser saber mais informações, você pode conferir tudo sobre a Oxigênio Tração nessa página e, assim, garantir que a sua startup tenha a chance de se destacar em um cenário cada vez mais competitivo.

O programa de aceleração para startup madura é, portanto, uma alternativa extremamente válida para quem reconhece que ainda é preciso se desenvolver internamente para conseguir gerar um impacto maior dentro do seu mercado de atuação. Nesse estágio, a tendência é que a sua empresa esteja ainda mais preparada para receber esse auxílio e potencializar os seus resultados.

Agora que você já conhece como funciona e os benefícios de um programa de aceleração para startup madura, que tal ficar por dentro de um método completamente oposto, mas que pode funcionar para o seu negócio? Então continue em nosso blog e confira o nosso artigo sobre Bootstrapping e os desafios e benefícios de manter uma startup sem investimento!