Mais de 12 mil unidades. O número representa a quantidade de startups existentes no Brasil, segundo uma reportagem do Portal Terra. O aumento de mais de 200%, entre 2015 e 2019, é motivado por uma série de fatores, entre os quais podemos destacar o cenário econômico de juros baixos, estimulando os investimentos de risco.

Também entram nessa lista as soluções inovadoras, que facilitam o dia a dia em sociedade. Um campo, em especial, tem chamado cada vez mais atenção. Ele é composto por negócios focados em blockchain, uma tecnologia que visa a garantir a proteção de dados e tornar mais confiáveis as transações.

Neste artigo, você verá por que essa modalidade tem crescido tanto. Confira!

Blockchain e as startups

A primeira vez que se teve notícia sobre o advento do blockchain foi quando as bitcoins surgiram — a primeira criptomoeda do mundo. De maneira geral, a tecnologia foi criada com a finalidade de registrar as transações da moeda virtual, fazendo com que o dado fosse não só confiável, mas também, imutável.

Cabe ao sistema fazer o registro de dados, como a quantidade de bitcoins em transação, pessoas que enviaram e que receberam, momento em que a transação foi feita e como foi feito o registro. Sendo que a transparência é uma das principais características do blockchain.

Nova geração de negócios

O Brasil é um mercado favorável ao desenvolvimento de startups, como já foi destacado. Isso porque a demanda por serviços inovadores e que ofereçam alternativas mais econômicas ganha espaço entre os consumidores. O país, por exemplo, foi berço para a primeira startup blockchain escrita na América Latina.

Por sua vez, em 2019, a revista Forbes listou 51 startups para ficar de olho naquele ano, e entre elas estavam iniciativas focadas em criar soluções em blockchain. Vale destacar o fato de que as startups, de maneira geral, necessitam de tal tecnologia para proteger os seus negócios.

Isso fica ainda mais claro quando se trata de negócios do mercado financeiro, entre os quais podemos ressaltar as fintechs. Uma das principais vantagens do blockchain dentro das finanças é que a tecnologia descentraliza os dados, fazendo com que seja mais complexa a invasão dessas informações e o uso indevido delas.

Nesse caso em específico, a ideia é tornar mais seguras as transações e evitar as perdas financeiras por ações fraudadoras. A tecnologia também ajuda a eliminar vários intermediários do ecossistema financeiro, o que reduz os custos de transação, permitindo acelerar as transferências de dados e aumentando a segurança desses.

Tais funcionalidades têm despertado interesse da indústria e das grandes organizações. Empresas como Amazon, Walmart, Microsoft, Mastercard, Google e BMW investem na tecnologia não só para acelerar processos de negócios, mas também, para aumentar a transparência e gerar uma grande economia.

A importância do blockchain

O impacto do blockchain não se restringe ao mercado financeiro, como já destacamos. Os seus grandes diferenciais incluem a resolução de problemas ligados à privacidade, sendo que o uso da tecnologia está aumentando onde a segurança de dados se mostra uma preocupação.

Para ter uma dimensão da importância dessa tecnologia, é interessante analisarmos a sua aplicação em outros setores. Por exemplo, no mercado varejista, que tem cadeias de suprimentos complexos, a tecnologia permitirá o rastreamento de maneira consistente de todas as partes interessadas, desde compradores até reguladores. Isso daria a essas cadeias uma maior segurança.

O setor de transportes também está incluso nessa lista. Por meio do blockchain, é possível coordenar rotas e meios de transporte nas cidades, planejando a rota multimodal e garantindo que as transições sejam feitas de maneira fluida entre os veículos, oferecendo a oportunidade de pagamento único aos usuários.

Mas os benefícios não se restringem ao que foi mencionado. Confira, a seguir, outros pontos que destacamos.

Maior eficiência

Uma das principais características do blockchain é que ele remove a necessidade de vários intermediários em um processo, como é o caso dos pagamentos. Pensando, justamente, nos serviços financeiros, eles facilitam as transações, sem contar a aplicação de um sistema único de registro e os contratos inteligentes — este último, ligado especialmente ao setor de imóveis.

Segurança

A questão da segurança é algo muito forte no blockchain, destacando-o frente a outros sistemas de manutenção de registro, pois cada transação é criptografada e veiculada à anterior. Uma vez que o código é formado, torna-se impossível alterá-lo. Isso faz com que haja uma proteção contra informações falsas e hackers.

Garantia de autenticidade

Tal tecnologia permite, ainda, que cada registro em blockchain crie uma trilha de rastreamento, a fim de saber onde cada informação foi. Isso traz segurança, mas também, garante a autenticidade dos ativos negociados.

Por exemplo, em uma indústria, isso pode ser utilizado para rastrear a cadeia de suprimentos, fornecendo uma prova irrefutável de propriedade daquele bem.

Aceleração para esse tipo de startup

Pensando na alta demanda que o blockchain adquire ao longo do tempo, a aceleração para startups que proponham um modelo inovador e disruptivo dessa tecnologia tem ganhado espaço no mercado. Tanto é que as rodadas de investimentos no setor aumentam a cada ano, devido à forte tendência de adesão dessa tecnologia por parte das organizações.

O programa da Oxigênio Aceleradora tem, entre seus objetivos a aceleração de startups especializadas em blockchain que possam oferecer soluções em áreas como seguros, saúde, soluções financeiras, segurança e proteção, entre outras.

O foco está em atrair negócios inovadores por meio de um modelo equity free, ou seja, voltado à inovação aberta, sem que necessariamente o investimento signifique a troca de participação societária.

Depois de um investimento inicial, as startups aceleradas recebem mentorias de profissionais especializados no mercado, bem como ferramentas para alavancar o negócio, networking com outras empresas, sem contar a infraestrutura completa para o seu desenvolvimento. Para participar, é preciso estar atento às rodas de aceleração que costumam acontecer em ciclos.

As startups especializadas em blockchain tendem a expandir as suas possibilidades de negócio, a medida que cada vez mais organizações enxergam a sua importância e, consequentemente, veem a necessidade de maior segurança em suas negociações. Como mostramos, incentivos não faltam, vide o programa de aceleração da Oxigênio.

Para saber mais sobre os processos, acesse a nossa página de inscrições e saiba mais sobre as regras e como se candidatar à rodada de investimentos!