Se você está iniciando um projeto importante, sabe que organização é algo que precisa estar enraizado desde o começo, certo? Para quem tem uma startup, por exemplo, ter um plano de negócios é essencial, porque ele é o aliado perfeito na criação e desenvolvimento da sua ideia. Mas essa prática vai muito além disso.

Imagine que, com um bom plano de negócios, você terá definido qual é o tamanho do mercado, a estratégia da empresa, analise de riscos, definição dos canais de comunicação, stakeholders, viabilidade econômica, entre outras coisas. Ou seja, a ferramenta é fundamental para que a sua startup comece com o pé direito e tenha um planejamento estratégico traçado, esperando apenas para ser colocado em prática.

Pensando em ajudar você nesse processo, fizemos um passo a passo mostrando como elaborar um plano de negócios eficiente e com grandes chances de sucesso. Confira abaixo!

Faça o detalhamento do seu negócio

Que tal começar conhecendo exatamente a essência do projeto? Essa é, sem dúvidas, uma das melhores formas de construir um plano de negócios real e que retrate bem as metas. Para isso, é bom que você reflita e ponha na ponta do lápis a proposta de valor da startup, o que ela pretende, os motivos de ela ter sido criada, o problema ou oportunidade que ela resolve, quais são os seus pontos fortes e fracos e quais são os concorrentes.

Com essas informações, você vai notar que tudo o que vem a seguir será apenas uma consequência, já que o entendimento do negócio está claro e compreendido por todas as pessoas envolvidas na empresa. Vale dizer ainda que esse detalhamento precisa conter informações como profissionais atuantes e previsões de contratações.

Defina os produtos a serem ofertados

Um bom plano de negócios tem que conter a definição sobre os produtos ou serviços ofertados. Com isso, você pode pensar nas melhores estratégias a fim de atingir o público-alvo, assim como atrair os parceiros ideais para o crescimento da startup.

Se for um serviço, por exemplo, quanto mais dados houver sobre a demanda do consumidor em relação a ele, melhor para o plano. É importante ressaltar que a originalidade e os diferenciais nos produtos ou serviços também são detalhes que fazem um grande trabalho na conquista e fidelização de clientes.

Analise o mercado

Será que você realmente sabe o que o mercado necessita no momento? Ou quais são as tendências para os próximos meses e anos? Dentro do plano de negócios, isso deve ter atenção especial, já que você precisa do mercado para crescer e se destacar. Sem contar que se tornar referência deve ser também uma das suas prioridades.

Para ficar ainda mais claro, quando estiver montando o planejamento estratégico da sua startup, uma dica valiosa é entender e decifrar o seu nicho de atuação, seu mercado potencial. Afinal, essa questão não pode ser feita com base em “achismos”, mas sim em dados e fatos. Nunca crie um projeto apenas com pressupostos pessoais, você precisa realmente saber se ele tem chances reais de sobreviver.

Veja qual é o capital

Faça a seguinte pergunta: eu tenho capital suficiente para tirar minha ideia do papel? Com base nessa resposta, você consegue calcular tudo o que é preciso para o início da startup. Não só isso: o capital é essencial para o desenvolvimento de produtos, a contratação de profissionais, o investimento em marketing e por aí vai.

É bom também fazer cálculos de quanto será gasto em curto e longo prazo, pois só assim é possível ter uma noção acertada do que vem a seguir. Não se esqueça de que atuar sem essa informação é quase como andar no escuro sem conhecer o ambiente. Não corra riscos desnecessários, combinado?

Fique de olho no faturamento

Sim! Se quiser montar um plano de negócios perfeito, ter previsões de faturamento é importante para desenvolver outros projetos e aprimorar a sua ideia. Vale dizer ainda que o faturamento está amplamente conectado à forma como você está criando a sua startup e como fará para que ela renda frutos e tenha resultados positivos.

A dica aqui é ficar bem atento aos períodos de menor movimentação no mercado, seja por clientes ou por parceiros. O cálculo desse déficit tem que fazer parte do planejamento, mesmo não sendo uma perspectiva agradável. Precisamos nos preparar para o pior, certo?

Saiba quando será o retorno do investimento

Não é uma boa tática começar uma empresa sem saber ao menos quando terá um retorno do investimento. No caso de uma startup, isso deve ser ainda mais estudado. Afinal, como você vai manter todo o negócio em desenvolvimento se não tem dinheiro para continuar a investir? O importante é ter uma estimativa concreta para a ver o saldo ficando positivo. Como startups são baseadas em soluções inovadoras, a previsão de estimativa é um pouco mais complexa de ser calculada, mas é necessário estimar.

Muito mais que isso, com um período previsto para tocar o retorno do seu investimento, será possível também pensar em mudanças necessárias e melhorias no negócio. Que tal considerar uma expansão ou trazer inovações que podem fazer a diferença no dia a dia da empresa? Por isso, é essencial ter uma previsão de quando você receberá o dinheiro de volta.

Conte com as ferramentas certas

Todas essas dicas são ótimas para começar a elaborar o plano de negócios ideal para você. Mas existem ferramentas que podem ajudar nesse processo? Sim, uma delas é o Canvas, do original “Business Model Canvas”. A tradução significa “quadro de modelo de negócios”. Com ele, você poderá gerenciar o seu projeto de um jeito estratégico e inteligente.

Trata-se de um mapa visual, feito com nove blocos com modelos de negócios. Você vai construindo atividades, conceitos, ideias, projeções… enfim, todos os passos importantes para desenhar o nascimento e o desenvolvimento da sua empresa. Aliás, o Canvas é uma ferramenta muito usada por várias startups. Use à vontade e sem medo!

Depois de acompanhar esse passo a passo na elaboração do plano de negócios, ficou mais fácil entender como colocá-lo em prática? Lembre-se: para realmente alcançar sucesso nesse processo, é preciso que você não deixe nenhuma informação de fora, levando em conta possíveis situações atípicas do mercado.

Gostou do conteúdo? Aproveite então para conhecer o nosso programa de aceleração para startups e conferir seus benefícios!

Powered by Rock Convert