Você sabia que, mesmo nos estágios iniciais, é importante investir em marketing para startups? Ações com esse enfoque tendem a trazer muitos benefícios para o seu negócio, e podem até mesmo alavancar de vez o projeto! Imagine que conversar com o público-alvo é uma das melhores formas de informar sobre o que vem por aí e, ao mesmo tempo, cativá-los.

Só para você ter uma ideia, o marketing para startups pode estreitar relacionamento com futuros clientes, aumentar o alcance da marca e, ainda, reforçar o quanto o seu projeto é autoridade naquele assunto. Lembre-se de que o quanto antes você falar sobre a startup, mais fácil será quando ela for lançada — já que muitos saberão do que se trata e a que se propõe.

Que tal, então, começar a traçar as primeiras estratégias nesse sentido? Para ajudar você com essa tarefa, separamos algumas dicas que podem fazer toda a diferença! Confira abaixo!

1. Desenvolva marketing de conteúdo

Se você ainda não sabe o que é isso, aí vai: o marketing de conteúdo nada mais é do que o desenvolvimento de artigos, posts, entre outros, com conteúdo de qualidade, mas que traga destaque para o que você faz. Com ele, por exemplo, os potenciais clientes passarão a ler o que você publica, já esperando encontrar algo útil e de fácil entendimento.

E para que você consiga alcançar o sucesso com essa estratégia, uma ótima dica é criar um blog. Nele, é preciso manter uma dinâmica de posts para que o leitor sempre volte e encontre conteúdo novo e interessante. Outra dica que potencializa o marketing de conteúdo é divulgar sempre nas suas redes sociais quando tiver assunto novo para ler — isso atrai público, viu?

Agora quem produzirá esses textos? Vale a pena pensar em uma equipe focada nisso, com profissionais experientes e que conheçam sobre palavras-chave, formatação de conteúdo para blogs, linguagem apropriada e outros detalhes importantes. Daí, é bom vocês sentarem juntos e pensarem nos temas para, pelo menos, uns três meses pela frente, isso ajuda bastante!

2. Invista em AdWords

Os AdWords são um dos serviços mais incríveis que o Google oferece para quem quer investir em publicidade de um jeito bem eficaz. Isso significa que você terá destaque em diversas plataformas da empresa, além de sites parceiros deles. Quanto mais possibilidades você apostar, mais chances de aparecer exatamente no momento em que o cliente procura você tem.

Outra facilidade dos AdWords é que o nome da sua startup será logo visualizado quando alguém estiver fazendo uma busca no Google, por exemplo. Isso também acontece em plataformas como o Gmail, Youtube, Blogger, entre outros. E o melhor é que você só paga por clique adquirido, ou seja, dá também para se programar quanto ao investimento.

Como fazer isso? Assim como no tópico anterior, é preciso contar com a ajuda de profissionais que realmente entendam desse universo, para que pensem estrategicamente em palavras-chave que estarão associadas à sua startup. Assim, toda vez que alguém estiver procurando por um serviço que tenha relação com o seu, será a sua marca a ganhar relevância na busca.

3. Aposte em social media

Já notou como os brasileiros são vidrados nas redes sociais? E tudo isso vem aumentando cada vez mais por conta do acesso a smartphones e a internet móvel, melhora ano após ano. Então, se você não estiver dentro dessas redes, ficará um tanto difícil se comunicar com uma grande parcela de um potencial público para o seu negócio.

Aqui vale de tudo um pouco, tem opções muito bacanas e interessantes e em cada uma delas, é preciso desenvolver uma linguagem diferenciada. Afinal, nem todo mundo usa as mesmas plataformas e a interatividade delas também é bem diferente. As melhores apostas são o Facebook, Twitter, Instagram e até o LinkedIn, voltado mais para empresas e profissionais.

O importante é você se fazer presente, responder o mais rápido possível a questionamentos, ouvir sugestões e, principalmente, estreitar relacionamento com o público. Aliás, vale reforçar que essa estratégia é uma das mais bacanas que tem hoje em dia em marketing para startups e todo tipo de negócio.

Solte a imaginação e crie campanhas ousadas e que atraiam a atenção do público, promova competições, Quiz, convite para conhecer de perto o projeto, peça sugestões e pergunte o que as pessoas acreditam que a startup possa, de fato, fazer de interessante com a sua ideia e por aí vai. Fuja do lugar-comum e realmente se misture com seus clientes!

4. Tenha estratégias de SEO

SEO vem do inglês “Search Engine Optimization” que, na tradução para o português, significa algo como otimização de sites e otimização para buscas. Essa técnica é muito usada em conjunto com o marketing de conteúdo, que falamos logo no começo deste artigo. Com ele, por exemplo, você fará com que sua startup apareça de forma natural nas buscas.

Indo além, a otimização de sites é, de um modo geral, um conjunto de várias estratégias com um só objetivo: melhorar e potencializar o posicionamento do seu site em páginas onde são mostrados resultados naturais. Ou seja, toda vez que alguém estiver fazendo uma busca, seja em qualquer tipo de site, a sua marca pode aparecer como referência sobre o assunto.

O que gera um lead, que significa que alguém continua lendo você após ter visto o nome da startup. Essa pessoa pode continuar muito mais em contato com o seu nome, abrindo mais e mais páginas, consumindo conteúdo, preenchendo formulários como newsletter e, na melhor das hipóteses, comprando o seu serviço e indicando para outras pessoas. Bom, não é mesmo?

Esses 4 exemplos de estratégias de marketing para startups são só algumas opções muito bacanas e que podem fazer toda a diferença para o seu negócio. Não se esqueça de que não importa em que estágio de desenvolvimento está o projeto, quanto mais cedo você começar a mostrá-lo para quem é de seu interesse, melhor será para conseguir o sucesso almejado assim que ele sair do papel. Preparado para começar agora mesmo?

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite e assine a nossa newsletter, assim você receberá sempre em primeira mão assuntos interessantes como esse!

Powered by Rock Convert